Um motociclista de 39 anos e uma pedestre de 47 atropelada por ele no km 57 da rodovia MG-050, na última sexta-feira (24), em Juatuba, Região Metropolitana de Belo Horizonte, morreram antes da chegada da Polícia Militar ao local.

Os militares foram acionados por volta das 23h, mas os envolvidos no acidente já não apresentavam sinais vitais no momento de sua chegada. O veículo, uma motocicleta Honda CBR 1000, se encontrava a cerca de 100 metros dos corpos. Uma equipe do pelotão da cidade de Juatuba foi acionada para desviar o trânsito para a marginal da rodovia até a chegada da perícia, que constatou os óbitos. O acidente aconteceu no sentido da cidade de Mateus Leme.

Uma testemunha que reside próximo ao local do acidente relatou aos policiais que a motocicleta avançava em alta velocidade pela extremidade esquerda da faixa quando avistou uma mulher tentando atravessar a rodovia. O condutor sinalizou com o farol e mudou de direção, mas a pedestre também se moveu no sentido em que o veículo se deslocava e houve o choque. De acordo com a testemunha, a mulher apresentava sinais de embriaguez. 

Compareceram ao local do acidente a irmã do motociclista e o companheiro da pedestre. O homem disse que a vítima era alcoólatra e era provável que estivesse embriagada no momento do atropelamento. Ao conferir a documentação do motociclista, a Polícia Militar constatou que o mesmo transitava com a Carteira de Habilitação suspensa pelo Detran.

Leia mais:
Polícia procura homem suspeito de matar namorado da ex-companheira em Brumadinho
Carro estacionado na região Leste de BH pega fogo e chamas consomem um segundo veículo