Após tentar separar uma briga, uma mulher de 23 anos morreu ao supostamente ser empurrada da escadaria do aglomerado popularmente conhecido como “Buraco do Peru”, no bairro São Francisco das Chagas, na região Noroeste de Belo Horizonte.

De acordo com a Polícia Militar, uma testemunha relatou que a discussão era entre um homem, de 18 anos, e a ex-namorada dele, de 16. O desentendimento era por “motivos fúteis” e, num momento mais acalorado, a vítima tentou separar e teria sido empurrada pelo jovem. 

A vítima chegou ao chão desacordada e com ferimentos pelo corpo. Ela foi encaminhada ao Hospital Municipal Odilon Behrens (HOB), mas não resistiu. 

Segundo a testemunha, o rapaz teria dito que buscaria uma arma e não tinha medo de ninguém no local. Quando os policiais chegaram, populares que não quiseram se identificar indicaram onde ele possivelmente morava. O jovem tentou fugir, mas foi detido pela PM. 

A ex-namorada relatou que os dois tiveram um relacionamento de três anos, mas não estavam mais juntos. Ela informou que a briga foi por uma crise de ciúmes do rapaz e afirmou que a vítima não foi empurrada, mas escorregou e caiu da escadaria. Por estar envolvida, a PM constatou que ela deveria comparecer à delegacia

O suspeito disse que não teve nenhum envolvimento com o fato. O crime foi considerado homicídio. 

Os dois foram levados à Delegacia Especializada de Investigação de Ato Infracional (DEAI), onde serão feitas as investigações do ocorrido. 

Leia mais: 

Veja quem pode receber a vacina contra Covid de hoje até quinta-feira da semana que vem em BH
Minas autoriza cirurgias eletivas nos hospitais particulares e muda regras na rede pública
Fila da internação por Covid-19 caiu quase quatro vezes em Minas desde junho, diz Estado