O prefeito de Betim, Vittorio Medioli, anunciou, nessa sexta-feira (9), a prorrogação do decreto que restringe o funcionamento de atividades consideradas não essenciais no município para conter a Covid-19. Com isso, a cidade acompanha a prorrogação da Onda Roxa do Minas Consciente, que estendeu as medidas restritivas em todo o Estado até o próximo dia 18. 

Conforme decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a prefeitura também suspende parcialmente a atividade de templos religiosos. Com isso, a partir de segunda-feira (12), a realização de cultos, missas, celebrações e atividades em grupo estão proibidas.

Os templos que possuem o Termo de Ajustamento Municipal (TAM) firmado com a administração municipal poderão abrir somente aos domingos, respeitando as normas de realização de até quatro cultos no dia, com duração máxima de uma hora cada. Além disso, cada templo pode ter, no máximo, 25% de sua capacidade total de lotação. Os espaços religiosos que não possuem TAM podem abrir somente para visitação individual. 

Em live, Medioli fez novo apelo aos betinenses. “Nunca houve uma taxa de mortalidade tão alta no Brasil. As novas variantes da Covid-19 são ainda mais agressivas e é preciso que todos tenham consciência da nossa difícil realidade. Se cuidem, fiquem em casa", afirmou o gestor.

Leia também:

Estado confirma Triângulo do Sul na Onda Vermelha do Minas Consciente a partir de segunda-feira
Pandemia da Covid-19 dispara demanda por seguro de vida
Postos de vacinação e drive-thru funcionam neste sábado em BH, mas só para a 2ª dose dos idosos