Aprendizes da culinária japonesa em Belo Horizonte receberam uma oportunidade única no que diz respeito ao contato com a cultura do país oriental. Uma parceria das Faculdades Promove com a Nagoya Sushi School oferece três dias de aulas com o sensei André Kawai, embaixador do sushi no Brasil.

As aulas começaram nessa segunda-feira (13), e vão até esta quarta (15). O objetivo, segundo o sensei, é difundir a cultura japonesa também por meio da gastronomia. "A culinária é uma porta de entrada para diversas uniões construídas pelo Japão. Queremos mostrar a cultura verdadeira, e isso influencia demais na qualidade dos produtos japoneses que vemos hoje em dia no Brasil. São, ao menos, mil alunos por ano só aqui no país, espalhados em 12 estados", explica.

Experiência

Kawai nasceu no Rio de Janeiro, mas foi morar no Japão aos 15 anos, onde construiu a vida e a carreira. Catorze anos atrás, ele fundou a escola, que acabou se tornando referência da culinária japonesa em vários países. 

Associações da culinária local, ligadas ao governo japonês, o escolheram como embaixador do sushi no Brasil e em Portugal. Com esse título, o sensei viaja durante todo o ano para difundir a cultura do país, fazendo, inclusive, duas ou três visitas anuais a BH.

"Alunos que passaram na escolha há cinco, dez anos, hoje comandam restaurantes enormes, muito renomados, em todos os lugares do Brasil. O que mais me deixa alegre é ver o aluno crescer, porque a semente foi plantada há 14 anos, e agora vemos os frutos com tantos talentos na cozinha", comemora, com orgulho, Kawai.

Aprendiz

Um dos alunos que sonha seguir os passos do sensei é Hermógenes Augusto, de 32 anos. Formado em Gastronomia pelo Promove, ele sempre teve interesse na culinária japonesa, e não perdeu a oportunidade de aprender com uma referência. 

"Fiz o curso básico, também com o André, e agora quero me aprofundar nas técnicas", comenta. "Ele é uma referência no país quando se fala em sushi, então é maravilhoso ter uma aula desse calibre. Estou gostando bastante, aprendendo muito, é sempre bom ver novas técnicas".

Leia mais:
Minas decreta situação de emergência em mais 27 municípios por conta da chuva
Fiat Strada automática estreia partindo de R$ 112 mil