A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) publicou, nesta sexta-feira (23), uma portaria que determina a proibição de música ao vivo, projeção de imagens, apresentações teatrais e exibição de eventos esportivos em bares, restaurantes e lanchonetes da capital mineira. A medida, que já está em vigor, foi publicada no Diário Oficial do Município (DOM).

Conforme o documento, o objetivo é evitar aglomerações nos estabelecimentos durante a pandemia de Covid-19. Além das atividades de entretenimento, também está proibido o uso de espaços de recreação infantil ou área de lazer nos locais. A decisão é válida por prazo indeterminado.

Essa não é a primeira vez que o executivo municipal restringe a utilização desses espaços. No ano passado, em setembro, uma portaria da SMSA, assinada pelo secretário de Saúde Jackson Machado, proibia estabelecimentos de realizar atividades "que poderiam causar aglomerações, como música ao vivo, projeção de imagens, apresentações teatrais e exibição de eventos esportivos".

Hoje, bares e restaurantes da capital mineira podem receber clientes entre 11h e 16h, de segunda a sábado. No domingo e demais horários, só é permitido o atendimento por delivery ou retirada no formato drive-thru.

Leia mais:
Desrespeito às regras sanitárias dentro dos ônibus já rendem mais de 8 mil multas em BH
Fecham e não reabrem: crescem os encerramentos no comércio; em BH, portas sobem para pagar dívidas
Abertura de centros de saúde 24 horas reduz tempo de espera em UPAs, diz PBH