Com aulas presenciais interrompidas devido à pandemia de Covid-19 desde março, o governo de Minas informou, nesta sexta-feira (31), que estuda meios para permitir o retorno das atividades educacionais e deverá divulgar um plano "em breve".

Há duas semanas, o governador de Minas, Romeu Zema (Novo), declarou que o estudo presencial deverá ser retomado no segundo semestre deste ano. Ainda não há data definida.

"A gente teve um debate grande nos últimos 15 dias. A Secretaria de Estado de Educação (SEE) está fazendo uma proposta super técnica, com uma cautela muito grande", declarou o chefe de gabinete da Secretaria de Estado de Saúde (SES), João Pinho.

Segundo o gestor, a ideia quase entrou na pauta de divulgação do novo Minas Consciente, programa estadual de orientação aos municípios para a retomada segura das atividades econômicas. Conforme Pinho, a proposta é que o protocolo seja apresentado nos próximos dias, com previsibilidade de cautela à população de risco, sejam professores ou alunos.

Procurada, a SEE-MG informou que o governo de Minas está avaliando os meios mais seguros para retomada das atividades presenciais nas instituições de ensino, considerando critérios técnicos e científicos e que um protocolo será apresentado em breve. Leia a nota na íntegra abaixo:

O Governo de Minas está avaliando os meios mais seguros para retomada das atividades presenciais nas instituições de ensino, considerando critérios técnicos e científicos.

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) está elaborando um protocolo para o retorno às aulas presenciais, em consonância com as orientações da Secretaria de Estado de Saúde (SES). O material será finalizado, após amplas discussões e estudos realizados pela Secretaria com entidades educativas e será apresentado em breve. 

Reiteramos que as demandas da área da educação são avaliadas criteriosamente e as aulas serão retomadas no momento mais seguro para alunos e profissionais envolvidos.

Aulas presenciais

As aulas presenciais estão interrompidas desde o dia 13 de março em Minas. Em 18 de maio, o Estado iniciou o método de ensino remoto.

Na rede particular, entidades representativas já declararam ter protocolos de segurança prontos para execução e aguardam a liberação estadual para a volta às aulas.