O preço do botijão de gás de 13kg pode chegar a R$ 135 em Belo Horizonte. É o que revela uma pesquisa divulgada pelo site Mercado Mineiro, nesta segunda-feira (25). A comparação de preços também mostra que o menor valor encontrado na capital mineira foi de R$ 100. Vale lembrar que o maior preço do gás de cozinha já passa do equivalente a 10% do salário mínimo, que hoje é de R$1.100.

O levantamento feito em 102 estabelecimentos indica uma escalada de preços em outubro. No caso do botijão entregue em casa, o aumento foi de 4,59% ou R$ 4,91; e chega a  4,39% ou R$4,34, se for retirado na distribuidora. Na análise comparativa dos dados desde o início de 2021, o salto do valor do gás pode assustar: 31,82% ou R$ 26,99, no produto entregue na porta e 32,60% ou R$25,37, direto na loja. 

O cilindro de gás, de 45kg, também teve aumento de 19,81%. Em setembro, o preço médio era de R$ 342,73 e, neste mês, subiu para R$ 410,62.

Leia também

Governo de Minas irá reduzir alíquota do ICMS sobre o diesel e não congelá-lo, como anunciou Zema
Vereadora Duda Salabert denuncia ter sido vítima de transfobia em shopping de BH: 'terrível'