O número de mortos em incidentes relacionados à chuva este mês em Minas Gerais subiu para 54 com o encontro do corpo da mulher de 36 anos que estava desaparecida em Tabuleiro. Antes dela, a lista oficial da Defesa Civil Estadual já havia incluído a morte de um homem de 45 anos, soterrado durante o temporal da noite dessa terça-feira (28) em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A última vítima estava em um carro que foi engolido por uma cratera na MG-133 na Zona da Mata mineira. Uma pessoa continua desaparecida em Conselheiro Lafaiaete, na região Central. 

Além disso, até está quarta-feira (29), 46.860 pessoas estão desalojadas ou desabrigadas em Minas Gerais e 65 ficaram feridas por causa das chuvas.    

Dos 53 óbitos registrados, 42 aconteceram por causa de desabamentos,soterramentos ou desmoronamentos, oito pessoas foram arrastadas e três morreram afogadas. 

E a previsão é de mais chuvas no Estado até, pelo menos, até a próxima semana. 

Atualizada às 13h30. 

Leia mais:

Famílias já abandonam casas mesmo sem vistoria da Defesa Civil da capital
Depois do temporal, BH registra o mês de mais chuva em toda a sua história; acumulado é de 923 mm