Apenas 172 dos 853 municípios de Minas aderiram à funcionalidade do aplicativo "Saúde Digital - MG COVID-19", que permite agendar a vacinação. O número representa só 20% do Estado.

As prefeituras tinham até o início da segunda quinzena de maio para aderir ao app, que não é obrigatório. Em seguida, tiveram de inscrever os pontos de imunização para iniciar os atendimentos no último dia 24.

Segundo informou o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, em entrevista coletiva nesta terça-feira (8), o governo trabalha para aumentar o número de usuários. “A gente diminui o trabalho do município. O dado, que é importante, já vai pro governo federal, e evita filas”, avaliou.

Funcionamento

Após a realização do cadastro e o agendamento da imunização, o sistema envia uma notificação, confirmando o local e o horário. Depois, o app gera um cartão de vacinação virtual e faz o agendamento da segunda dose. 

Também é possível incluir familiares a partir de um mesmo cadastro, de forma que um filho, por exemplo, possa registrar os pais e avós, auxiliando aqueles que têm dificuldade no uso dos meios eletrônicos.

Como baixar

Clique aqui e faça o download para iOS
Clique aqui e faça o download para Android

Leia mais:

Por faixa etária: 70% das vacinas contra Covid serão destinadas a pessoas sem comorbidades em Minas
Toda a população de Minas com até 50 anos deve ser vacinada contra a Covid neste mês, diz secretário