Por conta da melhoria dos indicadores que monitoram a pandemia, sete macrorregiões de saúde avançaram para a Onda Amarela do Minas Consciente. A partir de agora, os municípios da Grande BH passam a fazer parte da faixa intermediária do programa estadual para conter o avanço da Covid-19.

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, as mudanças começam a valer a partir de sábado (10). “Todo o estado está com indicadores melhores do que semana passada”, afirmou em entrevista coletiva nesta quinta-feira (8).

Neste momento, oito das 14 regionais estão na faixa amarela do programa. Além disso, o Vale do Aço foi promovido à Onda Verde, com maior nível de flexibilização. Por outro lado, cinco regiões seguem no nível vermelho, de maior restrição das atividades.

Conforme Baccheretti, mesmo na Onda Vermelha, o Leste do Sul apresentou melhoria significativa no cenário epidemiológico. “Permaneceu em cenário desfavorável na semana passada e sai desse cenário nessa”, explicou.

Minas consciente

Sete macrorregiões avançaram no programa estadual

Veja como fica o Minas Consciente:

- Onda Verde: Vale do Aço
- Onda Amarela: Sudeste, Triângulo do Norte, Norte, Jequitinhonha, Leste, Oeste, Centro e Centro-Sul
- Onda Vermelha: Triângulo do Sul, Sul, Noroeste, Leste do Sul e Nordeste

Leia mais:

Com novo calendário, saiba quem se vacina contra a Covid em julho, agosto e setembro em Minas
Grande BH concentra metade dos casos da síndrome infantil ligada à Covid; veja lista de cidades