Os dados dos indicadores de monitoramento da pandemia de Covid-19 seguem em estado de alerta em Belo Horizonte. Desde o dia 31 de dezembro do ano passado, a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), reservados a pacientes com a doença, está acima de 80%. De acordo com as informações do boletim epidemiológico, divulgado nesta terça-feira (12), mesmo com leves variações (na segunda era 86,5%), 86,2% das vagas destinadas estão preenchidas em hospitais das redes pública e privada da capital mineira.

Os dados dos leitos de enfermaria estão em alta desde o fim da semana passada. A taxa saltou de 66,1%, segundo o boletim dessa segunda-feira (11), para 69,1% agora.

O número médio de transmissão por infectado (Rt) também registrou um avanço em relação ao último boletim – na segunda, a taxa estava em 1,04. Nesta terça, o índice está em 1,05, o que significa que, em média, 100 pacientes infectados transmitem a doença para outras 105 pessoas.

O Rt e a ocupação de leitos foram os indicadores considerados pela prefeitura da cidade para tomar a decisão referente ao fechamento das atividades econômicas. A medida entrou em vigor na segunda e permite apenas o funcionamento de serviços essenciais.

Mais de mil casos em 24 horas

Nas últimas 24 horas, 1.023 novos casos de Covid foram confirmados na capital. Desde o início da pandemia, 71.246 pessoas já foram infectadas pelo vírus na cidade.

Também em um dia, seis novas mortes foram registradas em Belo Horizonte. Ao todo, 1.962 pessoas já perderam a vida por conta da doença.

Os dados também mostram que 64.307 pacientes já se recuperaram na cidade, desde o início da pandemia. Outras 4.977 pessoas estão em acompanhamento.

BH deve ter mais 40 leitos de UTI ainda nesta semana

A capital deve ganhar, ainda nesta semana, mais 40 leitos UTI para tratamento de pacientes com Covid-19, segundo o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto, em entrevista à rádio Itatiaia na segunda-feira. "Essa semana estamos com a perspectiva de abrir pelo menos 40 novos leitos de UTI na cidade em vários hospitais", garantiu o secretário.

Segundo os dados do boletim epidemiológico, desde o início do ano – o primeiro levantamento foi divulgado no dia 4 de janeiro – 38 novos leitos já foram abertos na rede SUS na cidade. Hoje, são 287 vagas na UTI para pacientes com a doença em hospitais públicos.

Leia mais:
'Sou o culpado de tudo que acontece nessa cidade sim' rebate Kalil após críticas de Bolsonaro
PBH aumenta punição para comércio que descumprir normas de combate à Covid; veja novo valor da multa
Kalil promete ajudar lojistas e espera reabrir comércio de BH em duas semanas