A Vale informou, nesta quarta-feira (3), que concluiu o “depósito em juízo do montante previsto para o Programa de Transferência de Renda” aos atingidos pela tragédia de Brumadinho. De acordo com a empresa, o valor total repassado é de R$ 4,4 bilhões corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e deduzidos os custos operacionais e pagamentos emergenciais feitos entre junho e outubro deste ano.

O repasse foi feito a partir do estabelecido no Acordo de Reparação Integral assinado pela mineradora em fevereiro de 2021. O programa é gerido pelos Ministérios Públicos Federal e Estadual e Defensoria Pública Estadual, sem a participação da mineradora.

Dúvidas relativas ao programa de transferência de renda devem ser encaminhadas para o e-mail pagamentoPTR@fgv.br, canal exclusivo de atendimento aos beneficiários.

A tragédia de Brumadinho aconteceu no dia 25 de janeiro de 2019, quando uma barragem da mina Córrego do Feijão se rompeu deixando 270 pessoas mortas, 8 ainda desaparecidas, além de impactos sociais, econômicos e ambientais em diversos municípios da região.

Leia mais:
Inmet alerta para chuvas fortes de até 60 mm em 56 cidades mineiras até esta quinta; confira lista
Conselho de Direitos Humanos pede esclarecimentos a autoridades sobre ação policial em Varginha