Atendimento humanizado

Mulheres vítimas de violência doméstica ganham novo espaço de acolhimento em BH

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
29/03/2022 às 18:08.
Atualizado em 29/03/2022 às 18:18
 (Divulgação / Polícia Civil de Minas Gerais)

(Divulgação / Polícia Civil de Minas Gerais)

Mulheres de Belo Horizonte que forem vítimas de violência doméstica ganham um novo espaço de acolhimento. Nesta quarta-feira (30) será inaugurada a Casa da Mulher Mineira, que atenderá também ocorrências de abuso sexual, e pretende garantir atendimento humanizado e mais rápido em um local pensado exclusivamente para essa finalidade.

Localizada no Barro Preto, região Centro-Sul da capital, o novo endereço é uma parceria da Polícia Civil de Minas Gerais e da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH).

Na Casa da Mulher Mineira, as vítimas poderão solicitar medidas protetivas de urgência e acompanhamento até a residência para retirada de seus pertences em segurança, receber a guia de exame de corpo de delito, realizar representação criminal para a devida responsabilização do agressor, receber encaminhamento para casas-abrigo, além de serviços de atendimento psicossocial e orientação jurídica da Defensoria Pública.

"Vivemos uma tragédia silenciosa quanto às agressões sofridas no ambiente doméstico. Precisamos combater esse tipo de violência e, principalmente, proporcionar a essas mulheres um atendimento humanizado, em um espaço acolhedor que as permitam reorganizar a vida", afirma o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva.

Aprimoramento
O projeto da Casa da Mulher Mineira ainda prevê que a unidade seja referência no incentivo à formação, capacitação profissional e inserção das mulheres em programas sociais nas várias esferas de governo, de forma a fomentar a independência e garantir a autonomia financeira. As atendidas também terão proteção jurídica.

Por meio de parcerias com universidades e faculdades, o espaço busca ainda incentivar rodas de conversa, palestras, atendimentos psicossociais relacionados à violência contra a mulher e a formação e capacitação continuada de profissionais que trabalharão no local.

"Essa iniciativa de cuidado e respeito às mulheres reforça nosso compromisso com a responsabilidade social e também encerra o mês dedicado à mulher com ações práticas que, de fato, ajudam a transformar a realidade das vítimas", afirma Marcelo de Souza e Silva.

A Casa da Mulher Mineira está localizada na avenida Augusto de Lima, 1.845. São 12 salas planejadas, reformadas e equipadas com recursos de emendas parlamentares, orçamento próprio e parcerias com instituições públicas e privadas.

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por