Belotur

PBH anuncia investimento de R$ 3,7 milhões e prevê 'melhor Carnaval da história' em 2023

Marina Proton
mproton@hojeemdia.com.br
12/05/2022 às 10:37.
Atualizado em 12/05/2022 às 11:37
 (Marina Proton)

(Marina Proton)

O tradicional Carnaval de Belo Horizonte estará de volta em 2023, e será o "melhor da história". Essa é a expectativa da Empresa Municipal de Turismo da capital mineira (Belotur), que anunciou, nesta quinta-feira (12), o lançamento de editais com a previsão de investimento de R$ 3,7 milhões em ações para a reestruturação da cadeia produtiva do evento de rua.

O valor será destinado aos blocos de rua, caricatos e escolas de samba. “Temos a intenção de conseguir movimentar essa cadeia novamente para que tenhamos um Carnaval em 2023 tão forte quanto os outros. E além da importância cultural, estamos falando de trabalhadores. A festa gera emprego, gera renda”, disse o presidente da Belotur, Gilberto Castro.

Segundo ele, após dois anos de medidas mais intensas impostas pela pandemia de Covid-19, turistas e belo-horizontinos terão de volta a festa que ganhou força na cidade. Antes disso, o compromisso da administração municipal estará voltado aos envolvidos na festividade.

“Para que tenhamos uma festa ativa e bonita, como a gente sempre teve, a gente precisa que esse atores voltem a ensaiar, voltem a fazer evento e se capacitem, porque neste período, muitos se desmobilizaram”, afirmou.  

A partir do lançamento dos editais, que será feito nesta sexta-feira (13), os envolvidos poderão se inscrever entre os dias 16 e 30 de maio. As propostas deverão ser entregues presencialmente na sede da Belotur, na rua dos Carijós, número 166, Centro. 

Para os contemplados, os recursos deverão ser investidos em ações de capacitação, tais como oficinas, cursos, palestras e seminários, além de ensaios e agravações musicais e audiovisuais. 

“Como cada ator tem uma demanda específica, a gente optou por publicar três editais específicos. Dessa forma, podemos dar conta dessas singularidades. A ideia é que essas ações ocorram até o final de outubro, para que todos façam as entregas e isso dê uma injeção de ânimo para que a turma volte a se movimentar e engajar”, afirmou a diretora de eventos da Belotur, Marah Costa.

Para a representante dos blocos de rua e integrante do Afro Angola Janga, Vitória De Paula Silva, o edital significa um primeiro passo para uma retomada qualificada da festa. “Entendendo que os blocos e escolas de samba não trabalham apenas durante o Carnaval, é uma construção de ano inteiro. Ter o edital é poder mobilizar de novo os atores e voltar a construir para que a gente consiga fazer a festa do jeito que a gente sempre fez”, avaliou. 

Festa em 2023

Para a realização do Carnaval, a Belotur agora busca patrocinadores na iniciativa privada. “A gente está trabalhando em busca de ter um incentivo e financiamento cada vez maior, uma vez que o Carnaval é cada ano melhor. E claro que esse recurso é gasto 100% na realização do evento, seja para os atores ou seja estruturando a cidade”, comentou Gilberto, afirmando, ainda, que em caso de um recurso superior, o apoio também poderá ser ampliado. 

“Para, como eu disse, sermos o melhor. Não necessariamente o maior, mas com certeza o melhor Carnaval do país”, finalizou.

Entenda os editais

Edital de Estruturação para as Escolas de Samba:

Ao todo serão aportados R$ 900 mil, que serão divididos entre até 12 escolas sediadas em BH. A cada agremiação habilitada será destinado o valor de R$ 75 mil. No ato da inscrição, os interessados devem optar por um dos eixos, de acordo com a lista abaixo: 

  • Eixo Passarela: lançamento ou concurso de samba enredo, ensaios abertos ou concurso de rainha de bateria;
  • Eixo Música: coletânea de sambas enredo e faixa musical da escola de samba;
  • Eixo Audiovisual: mini documentário ou videoclipe.

Edital de Estruturação para Blocos Caricatos:

Ao todo serão aportados R$ 418 mil, que serão divididos entre até 11 blocos sediadas em BH. A cada agremiação habilitada será destinado o valor de R$ 38 mil. No ato da inscrição, os interessados devem optar por um dos eixos, de acordo com a lista abaixo: 

  • Eixo Capacitação: cursos, palestras e seminários, e ensaios abertos;
  • Eixo Música: marcha tema e/ou faixa musical do bloco;
  • Eixo Audiovisual: mini documentário ou videoclipe.

Edital de Estruturação para Blocos de Rua

Ao todo serão aportados R$ 2,3 milhões, que serão divididos entre até 170 blocos sediadas em BH, em três categorias:

  • A - R$ 21 mil
  • B - R$ 14 mil
  • C - R$ 7 mil

“Esses valores vão de acordo com cada proposta. Lembrando que não é um recurso para o caixa do bloco, vamos ter prestação de contas”, concluiu Marah.

Além de escolher apenas uma das categorias, os interessados devem optar, também, por um dos eixos abaixo:

  • Eixo Capacitação: cursos, palestras, seminários, oficinas ou ensaio;
  • Eixo Música: gravação de faixa musical;
  • Eixo Audiovisual: mini documentário ou videoclipe.

Os editais estarão disponíveis aqui

Palestra pública

Para sanar possíveis dúvidas sobre os editais, a  Belotur irá realizar, entre os dias 19 e 24 de maio, palestras públicas por meio do Google Meet. O acesso será limitado aos 250 primeiros participantes.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por