Após comunicado aos pais

Prefeitura de BH orienta escola a recuar na obrigatoriedade do uso de máscaras contra Covid

Raíssa Oliveira
raoliveira@hojeemdia.com.br
27/05/2022 às 18:25.
Atualizado em 27/05/2022 às 18:35
 (Divulgação)

(Divulgação)

Poucas horas depois da Escola Municipal Professora Eleonora Pieruccetti, no bairro Cachoeirinha, na região Noroeste, comunicar a obrigatoriedade do uso de máscara de proteção contra a Covid, a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) disse que a unidade de ensino foi orientada a "retificar" a informação e apenas "recomendar" a utilização do acessório.

Na tarde desta sexta-feira (27), o colégio encaminhou aos pais e responsáveis de alunos um aviso determinando o uso "obrigatório" de máscaras nas dependências da unidade. De acordo com a direção, a medida foi tomada após a confirmação de casos do coronavírus.

"A Secretaria Municipal de Educação informa que o uso de máscara na Escola Municipal Professora Eleonora Pieruccetti foi recomendado, e não obrigatório. A Escola já foi notificada e orientada e fará a retificação da informação para as famílias", diz nota da PBH.

Não foram informados quantos casos da doença foram confirmados na escola nem se há outras instituições com a mesma recomendação.

Diante do aumento dos registros do coronavírus, que tem levado cidades, como Nova Lima e Betim, a voltar com a obrigatoriedade do uso de máscaras em sala de aula, a reportagem também procurou a PBH para falar se há previsão de adoção de novas medidas para conter o avanço da infecção. 

Também por nota, a secretaria informou que, no momento, serão mantidas as medidas implantadas. A prefeitura garante que a “situação é acompanhada e, caso seja necessário, e de acordo com dados epidemiológicos e informações estatísticas, os protocolos sanitários poderão ser revistos”.

Leia mais:

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por