Quem tomar 3ª dose da vacina contra Covid pode ficar preso por até 6 anos

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
09/07/2021 às 12:26.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:22
 (Reprodução/ Pixabay)

(Reprodução/ Pixabay)

Quem for flagrado escondendo a própria imunização contra o coronavírus, para tomar uma terceira dose da vacina, estará cometendo um crime. A pessoa poderá responder por estelionato, com pena de um a cinco anos de prisão, acrescida em um terço por ser praticada contra o poder público. Além disso, uma multa pode ser estipulada por um juiz.

As trapaças para se "revacinar" contra a Covid começaram a surgir na semana passada em Minas. Diante da fraude, o Ministério Público (MPMG) emitiu uma nota técnica, alertando para as punições. O órgão investiga notificações em Juiz de Fora, Chácara e Rio Novo, na Zona da Mata. 

Porém, os casos podem ser ainda maiores. Nesta semana, um idoso foi denunciado por ter tomado quatro doses da vacina em Viçosa, na mesma região. BH também já informou que tem registros suspeitos e que "caso sejam constatadas irregularidades, as medidas cabíveis serão tomadas”.

Conforme o Hoje em Dia mostrou, não existem estudos que demonstram segurança e eficácia de proteção após imunizantes distintos. A irresponsabilidade também atrapalha o andamento da campanha, pois tira a vez de quem está na fila aguardando pela primeira dose.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por