Mais uma vez, o desfile da estilista mineira Patrícia Bonaldi, com sua PatBo, movimentou o São Paulo Fashion Week (SPFW) com todo tipo de famosos. De influenciadoras digitais, assim como ela (tem 1,3 milhão de seguidores no Instagram), a artistas como Larissa Manoela.

Na passarela, criações que pareciam saídas do guarda-roupa da saudosa Lady Di, tamanhas as mangas bufantes, além da presença de tecidos encorpados como o zibeline, típico da moda festa. Uma releitura, certamente, dos anos 80. Diferentemente das marcas que se apresentaram no evento até aqui, e desfilaram Outono-Inverno 2020, a mineira mostrou suas apostas para o Alto Verão 2020. 

patbo_det_n48_210.JPG

Rosa deu o tom ao desfile de Patrícia Bonaldi

Como inspiração, a estilista teve Portugal, em uma busca pelas suas origens, iniciada em outra coleção. O país trouxe para as criações os detalhes dos azulejos, transformados em estampas, que complementaram a cartela de tons lavados e pigmentados contrastando com néon. A trilha sonora poderia, mas, não acompanhou o tema proposto, trazendo The Beach Boys e uma lembrança dos Estados Unidos - que não por coincidência é mercado consumidor de Bonaldi. Até o cenário, dominado pelo carpete rosa chiclete - seria pela parceria com a Häagen Dazs - não conversou com o tema.

Leia mais

Estilistas mineiros arrancam aplausos e suspiros no São Paulo Fashion Week

Dessa miscelânea de referências, foram tiradas peças de beachwear e também de moda festa. Beachwear este que não é usável na praia, por ser repleto de bordados, e veio bem comportado, em uma tentativa de, talvez, agradar mais aos gringos.

(*) Viajou a convite do SPFW

Veja a galeria de fotos do desfile: