SÃO PAULO (SP) - Depois de uma linda estreia na passarela da última edição do São Paulo Fashion Week (SPFW), em abril deste ano, o mineiro André Boffano retornou, agora em voo solo, com sua Modem para a semana de moda, ainda mais maduro.

Com uma coleção que dialoga com a arquitetura e as artes plásticas, Boffano levou para a catwalk paulista estampas inspiradas no trabalho do arquiteto e designer contemporâneo Rodrigo Ohtake, que assinou a cenografia da sala de desfiles, contando com tapeçaria.

“A coleção da Modem é uma imersão dos códigos criados pela marca: o organic clean, o industrial e, principalmente, o link entre moda e arte”, declarou Boffano à plataforma de conteúdo de moda FFW, do SPFW.

O Inverno 2019 Modem tem cartela de cores inspirada nos esmaltes da Vult Cosmética, parceira de André nessa temporada. Cáqui, marrom, lilás, azul, verde, um toque de branco e metalizados, como o prata, que aparece forte em aplicações em franjas, aplicações e assimetrias.

Não é porque foi de um mineiro, mas a apresentação da Modem ganhou destaque dentre as demais do segundo dia de SPFW. A coleção conseguiu contar uma história e ser comercial, ao mesmo tempo. (veja galeria de imagens ao final da matéria)

Sou de Algodão

Quem também ganhou holofotes na noite dessa segunda-feira (22) foi João Pimenta que, pela segunda vez, desfilou uma coleção feminina. Conhecido pelo trabalho com peças voltadas para os homens, ele trouxe um conjunto muito mais consolidado e agradável que o primeiro.

Em parceria com o Movimento Sou de Algodão, João baseou suas criações em tecidos naturais como as sarjas, tricolines, látex e malha de algodão. Para os tingimentos, o urucum, off-white, marrom, verde, azul, rosa, amarelo e preto.

“Construí uma coleção 100% algodão, sem sintéticos, zíper, botões ou aviamentos. Temos uma visão de transportar essas fibras para o universo das mulheres”, disse João Pimenta à FFW.

Uma das empresas que faz parte do Movimento Sou de Algodão é a mineira Cedro Têxtil, um dos fornecedores de matéria-prima para o desfile de João Pimenta.

“É importantíssimo termos essa proximidade com a SPFW, que é a maior vitrine de moda e de criação do Brasil. A Cedro é 100% nacional e faz todo o sentido nos aproximarmos das mentes criativas da moda, com pessoas capazes de estabelecer uma linguagem muito própria. Temos o interesse de estar junto”, destaca Eduardo Paixão, estilista da Cedro Têxtil.

(*) Viajou a convite da São Paulo Fashion Week. A cobertura do evento pelo Hoje em Dia é um patrocínio da Ypslon Atacado

Leia mais:

Osklen propõe consciência ambiental em coleção na São Paulo Fashion Week

Projetos que integram a SPFW também fomentam a moda; inclusive a mineira

Coleção de inverno 'puro western' dá pontapé inicial ao São Paulo Fashion Week

Maior semana de moda do Brasil, São Paulo Fashion Week parece revigorada