O Facebook atribuiu a culpa de mais de seis horas de queda dos serviços na segunda-feira (4) a "alterações de configuração em roteadores que coordenam o tráfego de rede". O problema impediu 3,5 bilhões de usuários da empresa de acessar redes sociais e serviços de mensagens como WhatsApp, Instagram e Messenger.

A pane global ainda fez comerciantes amargarem prejuízos com a paralisação dos serviços. A interrupção foi a maior já registrada na plataforma  Downdetector, que monitora o funcionamento de serviços digitais.

"Nossas equipes de engenharia aprenderam que as alterações de configuração nos roteadores de backbone que coordenam o tráfego de rede entre nossos data centers causaram problemas que interromperam a comunicação", explicou a empresa em nota, sem especificar quem executou a alteração e se ela foi planejada.

“Essa interrupção no tráfego de rede teve um efeito cascata na maneira como nossos data centers se comunicam, interrompendo nossos serviços", completou.

Pedido de desculpas

Ainda no comunicado, a rede social informou que, até o momento, não tem "evidências de que os dados de usuários tenham sido comprometidos como resultado desse tempo de inatividade".

Mark Zuckerberg, cofundador e principal acionista do Facebook, usou perfil na plataforma para pedir suas desculpas: “Facebook, Instagram, WhatsApp e Messenger estão voltando online agora. Desculpe pela perturbação de hoje – eu sei o quanto você confia em nossos serviços para ficar conectado com as pessoas de quem gosta”, escreveu. Veja a postagem:

Confira a nota na íntegra:

A todas as pessoas e empresas em todo o mundo que dependem de nós, lamentamos o transtorno causado pela interrupção de hoje em nossas plataformas. Temos trabalhado o máximo que podemos para restaurar o acesso e nossos sistemas estão funcionando novamente. A causa subjacente dessa interrupção também afetou muitas das ferramentas e sistemas internos que usamos em nossas operações diárias, complicando nossas tentativas de diagnosticar e resolver o problema rapidamente.

Nossas equipes de engenharia aprenderam que as alterações de configuração nos roteadores de backbone que coordenam o tráfego de rede entre nossos data centers causaram problemas que interromperam essa comunicação. Essa interrupção no tráfego de rede teve um efeito cascata na maneira como nossos data centers se comunicam, interrompendo nossos serviços.

Nossos serviços estão novamente online e estamos trabalhando ativamente para devolvê-los totalmente às operações regulares. Queremos deixar claro neste momento que acreditamos que a causa raiz dessa interrupção foi uma alteração de configuração com defeito. Também não temos evidências de que os dados do usuário tenham sido comprometidos como resultado desse tempo de inatividade.

Pessoas e empresas em todo o mundo confiam em nós todos os dias para se manterem conectadas. Entendemos o impacto que interrupções como essas têm na vida das pessoas e nossa responsabilidade em mantê-las informadas sobre interrupções em nossos serviços. Pedimos desculpas a todos os afetados e estamos trabalhando para entender mais sobre o que aconteceu hoje para que possamos continuar a tornar nossa infraestrutura mais resiliente.

Leia mais:
Zuckerberg perde US$ 6 bilhões e posto de 4º mais rico para Bill Gates
Após mais de seis horas, WhatsApp e Instagram voltam a funcionar; usuários comemoram nas redes
Com WhatsApp há mais de quatro horas fora do ar, usuários 'choram as mágoas' em outras redes