'Se Copasa for privatizada, perde a concessão de água em Belo Horizonte', afirma Kalil

Rosiane Cunha
24/10/2019 às 16:23.
Atualizado em 05/09/2021 às 22:23
 ( Amira Hissa/PBH)

( Amira Hissa/PBH)

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), afirmou nesta quinta-feira (24) que a privatização da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), um dos projetos do governador de Minas, Romeu Zema (Novo), vai significar o fim do contrato da empresa de abastecimento de água com a cidade.

“Acho engraçado quando falam em privatizar a Copasa, porque estão querendo privatizar o que não é deles. É a coisa mais simples do mundo e está em contrato, já mandei olhar: no dia que privatizarem a Copasa eles perdem a concessão da água de BH. Estamos falando de uma concessão privada de coisa de 400 milhões por ano”, afirmou Kalil ao falar sobre o risco de https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/capta%C3%A7%C3%A3o-no-rio-das-velhas-reduzida-em-14-cidades-da-grande-bh-especialistas-temem-racionamento-1.743461.

O governador já afirmou que vai enviar à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) um projeto de lei para privatizar a Copasa e a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) com o objetivo de buscar a recuperação fiscal do Estado, cujo déficit para 2020 gira em torno de R$ 15,1 bilhões.

Além dessas duas estatais, já foi enviada aos deputados de Minas uma proposta que trata da https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/zema-quer-privatizar-codemig-para-acabar-com-escalonamento-de-sal%C3%A1rios-1.748277, detentora em Araxá, no Alto Paranaíba, do direito à exploração de uma jazida de nióbio, usado em ligas de aço para torná-las mais fortes, resistentes e maleáveis.

A reportagem procurou a assessoria de imprensa do governador e aguarda um posicionamento sobre a declaração de Kalil.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por