Depois de se elegerem prefeitas em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), e em Juiz de Fora, na Zona da Mata, as petistas Marília Campos e Margarida Salomão deixarão a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e o Congresso Nacional para tomar posse nos Executivos municipais. 

Em seus lugares, assumirão os suplentes Bernardo Mucida (PSB) e Aelton Freitas (PL), respectivamente. 

Marília foi eleita em 2018 para uma das 77 cadeiras da ALMG. Margarida, por sua vez, assumiu o posto de deputada federal por Minas em Brasília.

Eleições 2020 

Em disputa acirrada, Marília Campos foi eleita com 51% dos votos válidos e assume a Prefeitura de Contagem, terceiro maior colégio eleitoral do Estado, em janeiro de 2021. O adversário do segundo turno, Felipe Saliba (DEM), obteve 48%.

Em Juiz de Fora, quarto colégio eleitoral mineiro, Margarida Salomão conquistou 54% dos votos.

Leia mais:

Em disputa acirrada, Marília Campos é escolhida para administrar Contagem pela 3ª vez

Minas elege mais três prefeitas neste domingo e soma 64 mulheres escolhidas para o cargo em 2020