Controlar a ansiedade a fim de buscar o título do Brasileirão. É com essa necessidade de espantar o “friozinho na barriga” que os jogadores do Atlético trabalham forte no dia a dia na Cidade do Galo, como enfatiza o lateral-direito Guga.

"Não dá para esconder a ansiedade, é óbvio que a gente está muito ansioso. Se fala muito no título aqui dentro (do CT), na cidade inteira... Mas precisamos trabalhar, jogo a jogo, para conseguir os resultados aos poucos e não deixar escapar tudo aquilo que estamos fazendo desde o início do ano. Estamos tendo uma regularidade e precisamos controlar essa ansiedade na reta final”, afirma.

Na quarta-feira (13), às 19h, diante do Santos, no Mineirão, o Galo terá mais uma “batalha”, como cita o lateral. E novamente se faz necessário diminuir essa ansiedade para obter mais três pontos.

“Futebol é muito difícil. Jogamos contra o último colocado (Chapecoense) e não conseguimos sair vitoriosos (1 a 1 no Mineirão e 2 a 2 na Arena Condá). Precisamos fazer os resultados; temos que vencer nesta quarta-feira para manter a distância para os concorrentes. É manter nosso foco para chegar o mais rapidamente possível ao titulo", comenta.

Atlético

Projeção

Recentemente, o técnico Cuca disse que o Galo pleiteia, no mínimo, 75 ou 76 pontos para angariar a taça. Assunto comentado diariamente entre os atletas alvinegros.

"Sempre conversamos e colocamos mais ou menos uma média. A gente vê quantos pontos fizeram os últimos campeões. Temos uma média ali, e o professor Cuca já falou sobre isso. Mas enquanto não estivermos com a mão na taça, precisamos ganhar. Vamos levar cada partida como uma decisão. É preciso muito trabalho e foco. (…) Conversamos muito sobre pontuação e secamos os outros times, claro. Porém, temos que pensar primeiramente em nós para as coisas acontecerem", destaca.

O Atlético lidera o Brasileiro, com 53 pontos, 11 a mais que o Flamengo, segundo colocado e que tem dois confrontos a menos que o time mineiro.

Leia mais:
Atlético ganha dois reforços para o jogo contra o Santos, no Mineirão
Mineiros em alta: top 3 do returno, Atlético e América têm maior sequência invicta do Brasileirão
Da (quase) glória ao abismo: vice da Liberta, Cuca pode dificultar a vida do Santos contra o Z-4