O Atlético entra em campo nesta quarta-feira (15), às 19h, contra o Fluminense, em busca de uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil. O Alvinegro abriu vantagem graças à vitória na partida de ida, por 2 a 1, no Rio de Janeiro, e vai precisar de, no mínimo, um empate para avançar de fase.

Mesmo assim, o volante Jair ressalta que o time não pode jogar com o regulamento debaixo do braço e tem que estar “100% ligado para fazer uma grande partida”.

"Vai ser um jogo muito difícil. A gente sabe como é difícil jogar contra o Fluminense. Temos o exemplo do confronto com o Bahia lá. Segundo jogo é muito perigoso. Não podemos dar mole para sair com a classificação. A cada jogo tem que estar sempre provando. Não se pode relaxar”, destacou.

Ele se refere ao duelo de volta com o Bahia nas oitavas de final. Após vencer por 2 a 0 no Mineirão, o Galo sofreu dois gols no primeiro tempo da partida no Joia da Princesa. Somente na segunda etapa é que o Alvinegro acordou e diminuiu o placar para 2 a 1, obtendo a classificação.

Atlético

Preferência?

Indagado se o Atlético priorizaria algum torneio futuramente, Jair disse que “não”. "Eu quero todos, quero ganhar tudo que estamos jogando. O grupo está forte, é uma chance que estamos tendo. Não só a gente, mas o torcedor também espera que possamos ganhar todos os campeonatos. Não tem que dar preferência a alguma competição", comentou.

Campeão mineiro, o Atlético também é líder da Série A do Brasileiro e semifinalista da Libertadores.

Leia mais:
Cuca não vê o Flamengo como único concorrente do Atlético na disputa pelo título do Brasileiro
Cuca exalta desempenho de quase 70% do Atlético fora de casa no Campeonato Brasileiro
Por conta de terceiro cartão amarelo, Jair e Mariano estão suspensos e não enfrentam o Sport