Após o empate sem gols com o Botafogo, nessa terça-feira (12), os jogadores do Cruzeiro teriam que voltar aos treinamentos na Toca II nesta quinta (15), a partir das 16h. No entanto, esse retorno poderá ser adiado. O motivo: uma hipotética greve dos atletas, por conta de atrasos salariais.

A informação foi divulgada inicialmente pela Rádio Itatiaia. A reportagem do Hoje em Dia entrou em contato com a diretoria da Raposa, mas, até a hora da publicação desta matéria, não obteve resposta. Se a cúpula celeste quiser se manifestar, o espaço está aberto.

De acordo com a Itatiaia, o elenco está insatisfeito com os contantes atrasos dos honorários para eles e demais funcionários da Toca e teriam o apoio da comissão técnica liderada por Vanderlei Luxemburgo para uma manifestação e até uma greve.

A Raposa só volta a campo no próximo dia 22, às 21h30, contra o Avaí, na Ressacada, pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Cruzeiro

Jogadores do Cruzeiro podem paralisar atividades na Toca II, por conta de atraso de salários

Polêmica

No último dia 2, Pedro Lourenço, dos Supermercados BH, um dos parceiros do clube celeste, demonstrou indignação quanto a esse problema salarial provocado pela diretoria do Cruzeiro.

“Tem três meses de (salário de) jogador atrasado, de segurança atrasado... Isso não se faz com o ser humano. Está errado. Tem que mudar. (...) Quando foi falado com o Vanderlei, ele exigiu que os salários estivessem em dia. Chegou para mim a conta que era ‘x’. Comprei um patrocínio, para acertar tudo. Isso foi feito. Agora, se pagou lá, eu não posso falar”, afirmou ele à Itatiaia.

Leia mais:
Alvo de elogios de Luxa, Vitor Roque estreia pelo Cruzeiro com menos idade que Ronaldo
Após 11º jogo sem sofrer gol na Série B, Fábio diz que ‘tudo tem um tempo certo’
Luxemburgo aponta 'suspensão encomendada' e dispara contra Leonardo Gaciba