No embalo da torcida e de Hulk, Atlético vence o Juventude e fica mais perto do título

Gustavo Andrade
@gfandrade
20/11/2021 às 20:53.
Atualizado em 05/12/2021 às 06:17
 (Pedro Souza / Atlético)

(Pedro Souza / Atlético)

Pedro Souza / Atlético 

Com dois gols de Hulk, o Atlético venceu o Juventude e chegou a 74 pontos no Campeonato Brasileiro

Os 50 anos de espera estão ainda mais próximos do fim. Com mais de 61 mil pessoas no Mineirão, o Atlético aproveitou o embalo da torcida e venceu o Juventude, por 2 a 0, na noite deste sábado (20). Artilheiro do Brasileirão, Hulk marcou os dois gols do Galo.

Com a vitória, o Atlético chegou a 74 pontos e abriu 11 de vantagem para o Flamengo, que enfrenta o Internacional, em Porto Alegre, às 21h30 deste sábado. 

Se o Rubro-Negro não vencer no Beira-Rio, o Galo pode confirmar o título brasileiro nesta terça-feira (23). Para isso, o time alvinegro precisa vencer o Palmeiras, no Allianz Parque, e que o Flamengo não ganhe também do Grêmio, na Arena do Tricolor.

A equipe carioca é a única que ainda pode tirar o título do Atlético. Neste sábado, o Palmeiras saiu da disputa pela taça ao perder para o Fortaleza, fora de casa. Com esse resultado, o Alviverde não pode alcançar o Galo nem se vencer todos os seus jogos restantes.

Hulk decide mais uma vez

Impulsionado por um Mineirão lotado, o Atlético dominou a partida desde o apito inicial, enquanto o Juventude se fechava. 

Com 18 minutos, o Alvinegro já havia criado três oportunidades de gol, com o trio de ataque formado por Hulk, Diego Costa e Keno. Já a equipe gaúcha finalizou apenas uma vez em toda a etapa inicial.

Para deixar o Galo ainda mais ofensivo, Cuca optou por colocar o meia Nacho Fernández em campo aos 35 minutos do primeiro tempo, quando o zagueiro Réver pediu substituição por lesão.

Embora seguisse pressionando na metade final da partida, o Atlético tinha dificuldades para criar chances de gol. Assim, o zagueiro Nathan Silva arriscou de longe e acertou o travessão do goleiro Douglas aos 19 minutos da etapa final. A partir dali, a pressão só cresceu. 

Aos 26 minutos, o Galo, enfim, abriu o placar. Depois de contar com a ajuda do VAR, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira assinalou pênalti de Dawhan em Diego Costa. Hulk foi para a cobrança e bateu rasteiro no canto esquerdo de Douglas, que caiu para o outro lado.

Quatro minutos depois, o camisa marcou o segundo dele e decretou a vitória atleticana. Após passe de Keno, o Vingador, da entrada da área, colocou no ângulo, para a festa da torcida atleticana.

 ATLÉTICO 2 X 0 JUVENTUDE

ATLÉTICO
Everson; Mariano, Nathan Silva, Réver (Nacho) e Arana; Allan, Jair e Zaracho (Tchê Tchê); Hulk, Diego Costa (Igor Rabello) e Keno (Savarino)
Técnico: Cuca

JUVENTUDE
Douglas; Michel, Quintero (Didi), Rafael Forster (Rafael Bilu) e William Matheus; Jadson (Wescley), Ricardinho e Dawhan; Capixaba (Paulo Henrique), Ricardo Bueno e Sorriso
Técnico: Jair Ventura

DATA: 20 de novembro de 2021 (sábado)
LOCAL: Mineirão
CIDADE: Belo Horizonte
MOTIVO: 34ª rodada do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa), auxiliado por Alex Ang Ribeiro e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa, todos paulistas
VAR: Péricles Bassols Pegado Cortez (SP)
CARTÕES AMARELOS: Mariano (Atlético) e Jadson (Juventude)
PÚBLICO: 61.476
RENDA: R$ 4.649.287,50
GOLS: Hulk, aos 26 e aos 30 minutos do segundo tempo

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por