O primeiro (e até então único) contato dos jogadores do Atlético com sua torcida nesta temporada ocorreu em 18 de agosto, nos 3 a 0 para cima do River Plate, no Mineirão, pela partida de volta das quartas de final da Copa Libertadores. Uma experiência que o volante Tchê Tchê espera voltar a vivenciar o quanto antes.

Nesta quinta-feira (9), ele e os outros alvinegros do atual elenco ficarão na expectativa pela reunião que pode oficializar o retorno de torcedores no dia 28 de setembro, contra o Palmeiras, pelo jogo de volta das semifinais da competição sul-americana.

No encontro estarão presentes, além do prefeito da capital mineira, Alexandre Kalil, membros da Secretaria Municipal de Saúde, da Minas Arena, do Atlético, da Procuradoria de Belo Horizonte e de torcidas organizadas alvinegras. 

Atlético

Volante Tchê Tchê ressalta a força da torcida alvinegra

"Para mim (o jogo contra o River) foi meu primeiro contato com eles (torcedores) a meu favor. Já tinha vindo jogar contra e sabia como era difícil. E vi que ajudam muito, ficam ali apoiando e incentivando. Claro que faz total diferença jogar com a torcida. Não na questão de nossas pretensões, porque elas vão muito além do que acontece externo ao gramado. Vamos sempre buscar o melhor e as classificações. Mostramos que somos uma equipe muito forte e que podemos conquistar coisas importantes neste ano", disse Tchê Tchê.

Leia mais:
Reunião entre Kalil e Galo, sobre possível retorno de torcedores ao Mineirão, ocorrerá nesta quinta
Setembro decisivo: Galo se prepara para seis ‘finais’ em um intervalo de 17 dias
Titular ou reserva de luxo: Tchê Tchê fala sobre briga por posição no meio-campo do Galo