Depois do triunfo por 2 a 0 sobre o Palmeiras, no Mineirão, em 14 de agosto, o volante Tchê Tchê viu colegas de setor ganharem espaço, enquanto ele se tornava opção no banco de reservas. Até que, no último duelo, o empate em 1 a 1 com o Bragantino, o camisa 37 voltou à titularidade na vaga de Allan, suspenso. Situações encaradas com naturalidade pelo polivalente atleta, que batalha para continuar entre os 11 principais.

"Isso (períodos como titular ou reserva) se deve à qualidade enorme do nosso elenco. A rotatividade e as mudanças vão acontecer. Sabemos que mudanças acontecem. Estou tranquilo quanto a isso e feliz com todos que têm entrado. Estamos fazendo algo muito bom em todas as competições que temos participado. Algo natural diante de um elenco tão qualificado. Estamos aqui para representar da melhor maneira as cores do Galo", disse Tchê Tchê.

O volante também ressaltou que o elenco está aproveitando esse longo período de treinos, visando aos vários desafios que terá em setembro: o Alvinegro disputará seis confrontos em um intervalo de 17 dias.

"O jogo mais importante é sempre o próximo. Então o mais importante é contra o Fortaleza. E vamos mostrando a força do nosso elenco, porque é quase impossível repetir as escalações", comentou.

Atlético

O duelo em questão será disputado neste domingo (12), às 16h, no Castelão, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, na abertura do returno da competição nacional. Para Tchê Tchê, o Galo tem grandes chances de levantar a taça ao fim do torneio, desde que desempenhe um papel similar ao do turno.

"Não podemos perder pontos em casa e temos de manter essa constância que adquirimos no primeiro turno. No segundo, há equipes que lutarão para não cair, há as que querem se classificar para a Sul-Americana ou a Libertadores e as que brigarão pelo título. Temos que continuar nessa mesma batida que estamos tendo e que é fruto de trabalho sério e firme. E pensar jogo a jogo", afirmou.

O Atlético é líder do Brasileirão, com 39 pontos, seis a mais que o Fortaleza, terceiro colocado.

Leia mais:
Setembro decisivo: Galo se prepara para seis ‘finais’ em um intervalo de 17 dias
Reunião entre Kalil e Galo, sobre possível retorno de torcedores ao Mineirão, ocorrerá nesta quinta
Próximo rival do Galo no Brasileiro, Fortaleza leva 4 do Bahia e chega a cinco jogos sem vitória