A chuva intensa da noite desta sexta-feira (24) provocou a morte de duas pessoas em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Um menino de 6 anos morreu por causa de um desabamento no bairro Santa Edwiges, enquanto um jovem foi vítima de soterramento na Vila Sapolândia, no Jardim Industrial.

O número de mortes poderia ser ainda pior. Ao atender a ocorrência de soterramento na Vila Sapolândia, dois policiais militares do pelotão do Barreiro foram atingidos por mais um escorregamento de terra e tiveram de ser resgatados pelo Corpo de Bombeiros. Eles foram levados para o Hospital João XXIII sem ferimentos graves, mas o morador da residência atingida não sobreviveu.

Desde domingo (19), quando foi registrada uma chuva torrencial, Contagem administra problemas provocados por inundações e deslizamentos. Pelo menos 1500 pessoas estão desalojadas. A cidade decretou situação de emergência.

A partir deste sábado (25), homens do Exército passaram a ajudar nas ações de ajuda a vítimas dos temporais que atingem a cidade. O suporte dos militares foi uma solicitação do prefeito Alex de Freitas ao comando da corporação. Pelo menos 30 militares auxiliam no trabalho.

De acordo com a prefeitura, o foco, neste momento, é a retirara de moradores que ergueram suas moradias em área de servidão embaixo de torres de transmissão de energia elétrica da Cemig instaladas em região cidade. Em outra frente, está sendo traçada a continuidade da retirada de moradores do Morro do Cabrito, onde o risco geológico é grande.

Leia mais:
Atenção: deslizamentos de terra e desabamentos de muros deixam pedestre e motorista em alerta
Dois alagamentos em três horas levam prejuízos a moradores da região da Silviano Brandão
Técnicas do resgate na Vila Bernadete são similares às usadas em Brumadinho