Exigido no ato da vacinação, CPF pode ser emitido on-line e em mais de 500 pontos em Minas

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
14/01/2022 às 21:45.
Atualizado em 18/01/2022 às 00:54
 (Reprodução/Internet)

(Reprodução/Internet)

Usado como documento oficial de identificação o Cadastro de Pessoa Física (CPF) pode ser emitido ou regularizado em mais de 500 cartórios de Minas Gerais. O CPF é um dos documentos exigidos em BH para a vacinação de crianças com idades entre 5 e 11 anos, que começa na capital neste sábado (15).

O Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) é um banco de dados gerenciado pela Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB), que armazena informações cadastrais de contribuintes obrigados à inscrição no CPF ou de cidadãos que se inscreveram voluntariamente.

A solicitação do documento também pode ser feita por meio de formulário eletrônico enviado pela internet, além da inscrição na rede conveniada à Receita Federal, como agências do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou dos Correios, além dos Cartórios de Registro Civil. Nesses casos, os documentos apresentados em papel nas unidades de atendimento devem ser vias originais ou cópias autenticadas. E o atendimento da rede conveniada possui o custo de R$ 7,00.

Vale lembrar que o cartão físico do CPF, em formato plástico, não é mais emitido. Os comprovantes de inscrição impressos e o CPF Digital têm o mesmo valor jurídico.

A regularização do CPF permite que os pais ou responsáveis façam a emissão de outros documentos da criança, além de cadastros, por exemplo, na rede de educação. Desde o ano passado, os cartórios podem fazer a inscrição, alteração, consulta e emissão de segunda via de CPF. As unidades disponíveis no Estado podem ser encontradas aqui.

Para emitir o CPF, é necessário apresentar a certidão de nascimento original da criança, o documento de identificação do responsável, documento de identidade (se a criança tiver), comprovante de endereço do responsável, além do comparecimento do pai ou mãe para fazer a requisição.

Documentos para vacinação

Neste sábado (15), Belo Horizonte começa a imunizar crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19. Para comprovar a comorbidade, é preciso apresentar laudo originial assinado e carimbado, com emissão em até 12 meses antes do cadastro.

É necessário que os pais apresentem: comprovante de endereço, documento de identificação com foto ou certidão de nascimento, CPF, e cartão de vacina.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por