Os belo-horizontinos vão ter que esperar mais por novidades quanto à expansão do metrô da capital. O projeto não sai do papel há anos em função da falta de recursos e deve permanecer assim, pelo menos, até 2022.

A previsão é do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Na manhã desta terça-feira (20), ele comentou sobre o processo de ampliação do transporte e afirmou que ainda não há nada concreto.

“Não vou falar em metrô porque não tem nada concreto na minha frente. Se tivesse R$ 2 bilhões, falaríamos do metrô de BH agora. Mas existe a possibilidade, pequena, de no ano que vem darmos o primeiro passo”, disse, em entrevista à Rádio Itatiaia.

A expansão é um dos grandes desejos da Prefeitura de BH e do prefeito Alexandre Kalil (PSD). Os recursos para a obra da Linha 2, que ligaria o bairro Calafate à região do Barreiro, foram prometidos em agosto de 2020 pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes. O valor seria de R$ 1,2 bilhão.

Leia mais:
Bolsonaro promete aprovação para duplicação da BR-381 até o fim do seu mandato
Bolsonaro diz que vai apresentar fraudes nas eleições de 2014 e que Aécio Neves ganhou disputa
Estado lança rede integrada de proteção do Turismo em Minas com apoio da Polícia Militar
'BH está preparada para o pior cenário da pandemia', diz secretário de Saúde
Covid: 11 cidades da Grande BH estão à frente do calendário de vacinação estadual; veja a lista