Uma mulher, de 23 anos, foi presa por tráfico interestadual de drogas nesta terça-feira (27) pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins. A passageira, natural de BH, vinha de Cuiabá, no Mato Grosso. 

Foi a cadela Pantera que indicou substância ilícita na mala da passageira. A bagagem passou pelo raio-X e foi aberta na presença da suspeita. Os policiais encontraram pasta de cocaína escondida em fundos falsos em embalagens de aerossol, além de uma substância diluída em um líquido, dentro de um frasco de perfume.  

O peso bruto do material e dos respectivos recipientes era de cerca de 1,3 quilo.

A mulher foi presa por tráfico de drogas e pode ser condenada a até 15 anos de reclusão. 

Leia mais:

Confins suspende vacinação de moradores de 21 anos por falta de doses contra a Covid
Belo-horizontinos infectados pela variante Delta da Covid têm 12 e 14 anos, diz secretário
Estado tenta contratação temporária de 20 médicos; veja quais hospitais e os salários