Feminicídio

Suspeito de matar a ex-namorada a facadas é preso em motel na região Oeste de BH

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
05/08/2022 às 08:25.
Atualizado em 05/08/2022 às 11:10
 (Reprodução/Redes Sociais)

(Reprodução/Redes Sociais)

O tatuador Thales Thomás do Vale, de 29 anos, suspeito de matar a ex-namorada a facadas, foi preso pela Polícia Militar na manhã desta sexta-feira (5), em um motel na rua Úrsula Paulino, no bairro Cinquentenário, na região Oeste de Belo Horizonte. Ele será levado para a Delegacia de Plantão de Atendimento à Mulher, no Barro Preto.

O rapaz, que teria passaporte americano, estava sendo procurado desde ontem, suspeito de matar Emilly Luiza Ferrete Fernandes, de 25 anos, no bairro Cardoso, na região do Barreiro. Ele teria sido encontrado em um hotel. 

Segundo testemunhas, Emilly estava em casa quando foi atacada pelo ex, que não aceitava o fim do relacionamento.

Na última terça-feira (2), Emilly foi à delegacia de mulheres do Barreiro registrar um boletim de ocorrência por agressão e pedir medida protetiva.

O irmão da vítima, que tem 16 anos, contou que o portão da casa estava aberto e que o suspeito chegou pedindo desculpas para a ex, mas ela não aceitou.

Ainda segundo o adolescente, ele tentou pegar um pedaço de pau para defender Emilly e, quando voltou, ela estava recebendo vários golpes de facas. Uma delas na cabeça, chegando a perfurar o crânio. O jovem foi atingido na coxa e nas mãos ao tentar impedir o agressor, e precisou de atendimento hospitalar.

Emilly Fernandes foi socorrida por policiais militares e levada na viatura para o hospital Júlia Kubitschek, mas não resistiu aos ferimentos.

Câmeras de segurança flagraram o suspeito caminhando pelas ruas do bairro após o crime.

A família da vítima contou que o suspeito movara nos Estados Unidos e estava passando um tempo na casa de parentes.

Comportamento violento

O pai de Emilly relatou que ela tinha planos de morar com o ex-namorado nos EUA, havia tirado passaporte e estava estudando inglês. Mas decidiu terminar o namoro por causa do comportamento violento do rapaz.

No boletim de ocorrência registrado contra o ex-namorado, a jovem contou que durante uma briga ele a agrediu com um telefone e teria puxado o pescoço e o braço dela.

A família do ex-namorado teria interferido, mas ainda assim, o suspeito jogou Emilly no chão e tentou puxar o relógio dela. Depois das agressões, ele ainda pediu à jovem que não o denunciasse à Polícia.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por