Mateus Simões (Novo) deixou oficialmente o cargo de vereador de Belo Horizonte para assumir a secretária-geral do governador Romeu Zema. O novo posto foi anunciado há 12 dias, depois que Bilac Pinto pediu exoneração e deixou de ser o secretário de Governo.

Com a baixa, Igor Eto ficou com o cargo e, a função que até então era ocupada por ele, foi repassada para Mateus Simões. Após a dança das cadeiras - e a saída temporária de Simões da Câmara Municipal de BH -, a Casa realizou a convocação do 1º suplente.

A partir desta terça-feira (24), conforme publicado no Diário Oficial do Município (DOM), assume o cargo de vereador Bernardo Luiz Fornaciari Ramos, também do Novo. O mais novo parlamentar poderá tomar posse em até 30 dias.

Conforme regimento da Casa, caso Simões seja afastado da função de secretário de Estado, ele poderá retorna à Câmara e prosseguir seu mandato.

Ficha do novo vereador

Bernardo Ramos, que é médico, já assumiu por 60 dias uma cadeira no Legislativo Municipal em novembro de 2018, quando Simões se afastou para coordenar a equipe de transição do governador eleito.

Apesar de tomar posse do cargo, ainda não há prazo para que ele assuma efetivamente a função. Isso porque desde o último dia 17, a Câmara está fechada por causa da pandemia do novo coronavírus.

Até o momento, quatro parlamentares contraíram a doença - Nely Aquino (Podemos), Dr. Nilton (PROS), Gabriel Azevedo (sem partido) e Bella Gonçalves (PSOL). O vereador Jair di Gregório (sem partido) está internado em um hospital de BH e aguarda resultados laboratoriais para constar ou descartar a infecção pela Covid-19.

Leia mais:
Zema está em isolamento após contato com paciente confirmado com coronavírus
Zema confirma Igor Eto como novo secretário de Governo: 'confiança'