Imagens de um vídeo mostram o exato momento do transbordamento ocorrido na barragem Mina Pau Branco, de responsabilidade da mineradora Vallourec, no último sábado (8). Na ocasião, o  dique de contenção não suportou o volume de água, transbordou e invadiu a BR-040, na altura de Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, deixando uma pessoa ferida e interditando a rodovia por dias.

Veja:

O nível de emergência da barragem chegou a 3 após avaliações, mas foi reclassificado para 2 na segunda (10), depois que ações foram implementadas e inspeções junto aos órgãos competentes realizadas. 

Devido ao acidente e por conta dos impactos ambientais decorrentes do transbordamento, a Vallourec foi multada em R$ 288 milhões pelo governo de Minas. Segundo o auto de infração, a empresa foi notificada por "causar intervenção de qualquer natureza que resulte em poluição, degradação ou dano aos recursos hídricos, às espécies vegetais e animais, aos ecossistemas e habitats ou ao patrimônio natural ou cultural, ou que prejudique a saúde, a segurança e o bem-estar da população".

A mineradora tem 20 dias para pagar a multa ou apresentar defesa nos órgãos ambientais do Estado. O valor imposto é o máximo aplicável para o tipo de infração.

Também foi determinada a suspensão imediata das atividades na Pilha Cachoeirinha e no Dique Lisa até que a Vallourec apresente documentos que comprovem a segurança dessas estruturas. Em nota, a empresa confirmou o recebimento da multa e afirmou que áreas técnicas estão analisando o teor do documento.

Leia mais:
Moradores da região da mina Pau Branco são retirados de casa
Nível de emergência do Dique Lisa na barragem Mina Pau Branco é reclassificado para 2, diz Vallourec
Vallourec é multada em R$ 288 milhões após transbordamento de barragem