Alguns oficializados no fim de 2019, outros com início nos primeiros dias de 2020, os reajustes nas passagens do transporte público e taxas de estacionamento devem encarecer os deslocamentos em Belo Horizonte e Região Metropolitana neste ano. Neste domingo (5), por exemplo, a tarifa do metrô sobe para R$ 4. Até então, o valor cobrado era R$ 3,70. 

É que em maio deste ano, quando a passagem ainda custava R$ 1,80, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) conseguiu, na Justiça, reajustar o valor, fazendo com que em menos de um ano, a tarifa aumentasse 136%. O próximo e último reajuste previsto acontece no dia 7 de março quando, quando a tarifa sobe para R$ 4,25. 

No último domingo (29), subiu o preço das tarifas do Sistema de Transporte Metropolitano de Belo Horizonte, incluindo o Move Metropolitano. O reajuste médio de 4,46%, fez o valor da tarifa da maior parte das linhas (232) saltar de R$ 5,35 para R$ 5,60.  Para outras 35 linhas, que têm a menor tarifa praticada no sistema, o valor passou de  R$ 3,60 para R$ 3,80. Já a maior tarifa, de R$ 49,05 para a linha Betim/Aeroporto de Confins, via Aeroporto da Pampulha, passou a custar R$ 51,25. 

Em Betim, na Grande BH, a passagem também fica mais cara a partir desta quarta-feira (1°), sendo que os valores cobrados serão de R$ 4,35 para usuários do Betimcard e R$ 4,50 para pagamento em dinheiro. Até essa terça (31), o passageiro pagava R$ 4,05 pela viagem.   

em Contagem, embora o município tenha vetado o reajuste para o início de 2020, o desconto aplicado sobre as passagens de ônibus pagas com Cartão Ótimo deixou de existir no último domingo (29). Com isso, a redução de R$ 0,15 não é mais concedida, e os usuários que pagarem os bilhetes com o Ótimo serão cobrados em R$ 4,50 (valor cheio).  

Impasse em BH 

Em Belo Horizonte, apesar de o prefeito Alexandre Kalil ter anunciado, no dia 19 de dezembro, que o aumento de R$ 0,25 na passagem de ônibus estava vetado para este ano, a Justiça determinou que a prefeitura conceda às empresas de ônibus o reajuste, que poderia começar a valer já a partir deste dia 1°. Atualmente a tarifa principal custa R$ 4,50. 

No entanto, nesta quarta, quem pegou ônibus em BH continuou pagando o mesmo valor. Mas o impasse ainda não foi resolvido, já que a PBH informou que ainda não foi notificada da decisão sobre o reajuste, enquanto o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH) diz que aguarda a determinação da Justiça e o posicionamento da prefeitura.

Estacionamento do aeroporto 

No Aeroporto de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, as tarifas do estacionamento também foram reajustadas e passam a valer a partir desta quarta (1°). Os valores que mudaram são o do estacionamento por 30 minutos no setor Econômico, que passou de R$ 8,00 para R$ 9,00, e o do mesmo período no estacionamento Premium, que era de R$ 9,00 e passou a ser R$ 10,00.