Empresa de táxi aéreo lamenta morte de Marília Mendonça e das outras quatro vítimas

Clara Mariz
@clara_mariz
05/11/2021 às 21:49.
Atualizado em 05/12/2021 às 06:12
 (Divulgação / CBMMG)

(Divulgação / CBMMG)

A empresa de táxi aéreo proprietária do avião que caiu na tarde desta sexta-feira (5), em uma cachoeira da zona rural de Piedade de Caratinga, no Vale do Rio Doce, em Minas Gerais, lamentou a morte da cantora Marília Mendonça e das outras quatro pessoas vítimas do acidente. 

Em suas redes sociais, a PEC Táxi Aéreo informou que assim que soube do acidente acionou as autoridades competentes para que fosse realizado o resgate de tripulantes e passageiros. A empresa também se solidarizou com os familiares e amigos das vítimas. 

De acordo com a PEC, o avião estava homologado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para transporte aéreo de passageiros. Além disso, a empresa informou que a tripulação tinha “grande experiência de voo e também estava devidamente habilitada pela ANAC, com todos os treinamentos atualizados”. 

As causas do acidente ainda são desconhecidas. Segundo a Cemig, a aeronave atingiu um cabo de alta tensão da empresa momentos antes da queda. Na noite desta sexta, a SERIPA, órgão da Força Aérea que investiga acidente aéreo informou que vai apurar as condições que levaram ao acidente. 

Tragédia

Na tarde desta sexta-feira (5), o avião que transportava a cantora Marília Mendonça caiu em uma cachoeira na zona rural de Piedade de Caratinga, no Vale do Rio Doce, em Minas Gerais. Ao todo, cinco pessoas morreram: a sertaneja, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, o produtor Henrique Ribeiro, o piloto Geraldo Martins de Medeiros e o co-piloto Tarciso Pessoa Viana.

A aeronave decolou de Goiânia e seguia para Caratinga, cidade também no Vale do Rio Doce, onde a artista faria um show na noite desta sexta. 

De acordo com o tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas, os ocupantes estavam presos entre as ferragens. 

A artista estava em um bimotor Beech Aircraft, da PEC Táxi Aéreo, de Goiás, prefixo PT-ONJ, com capacidade para seis passageiros. Segundo informações da Anac, o avião estava em situação regular.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por